quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Governo avalia situação de produtores com excesso de estoque de leite

O governo federal vai avaliar a situação de produtores de leite em razão do excesso de oferta do produto no mercado e dos estoques. Representantes do setor lácteo afirmaram ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, que o segmento tem sofrido prejuízos com a grande entrada de leite em pó importado do Uruguai.
Acompanhados dos deputados federais Alceu Moreira (PMDB-RS) e Covatti Filho (PP-RS), os representantes do setor pediram a compra, pelo governo, de cerca de 50 mil toneladas de leite em pó e 400 milhões de litros de leite UHT. Além disso, defendem a criação de uma cota de importação do leite do Uruguai.
Padilha pediu ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) que se reúnam com o setor e avaliem possíveis soluções para evitar perdas dos produtores.
ASCOM/Casa Civil

Padilha recebe reconhecimento da Santa Casa por recursos que beneficiaram instituição

Padilha recebe reconhecimento da Santa Casa por recursos que beneficiaram instituição

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, recebeu nesta terça-feira (12) a certificação “Amigos da Boa Causa 2017” da Instituição Santa Casa da Misericórdia de Porto Alegre em agradecimento aos recursos aplicados por meio de emendas individuais e pelo apoio na execução do projeto de reforma e modernização do centro.

Durante sua atuação como deputado federal, Padilha apresentou, entre 2010 e 2013, emendas individuais que beneficiaram diretamente a Santa Casa para aquisição de equipamentos.

Uma emenda de 2010 no valor de R$ 216 mil possibilitou a compra de um Tomógrafo Computadorizado, com a finalidade de melhorar a qualidade dos tratamentos, reduzindo o tempo de permanência e riscos de infecção.

Em 2011, outra emenda no valor de R$ 150 mil viabilizou a aquisição de equipamentos. Foram comprados: bisturi elétrico, endoscópio rígido e monitor multiparâmetros.

No ano de 2012, a emenda no valor de R$ 340 mil possibilitou a aquisição de instrumento cirúrgico: um sistema de vídeo endoscopia.

O “Amigos da Boa Causa” surgiu da necessidade de reunir todas as pessoas que desejam apoiar os projetos da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Hoje, a Santa Casa de Porto Alegre tem sete hospitais, com destaque para as áreas de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Cardiologia, Neurocirurgia, Pneumologia, Oncologia, Pediatria e Transplantes. 

Além destas especialidades, a Santa Casa também trabalha com consultas ambulatoriais eletivas e de urgência ou emergência, serviços auxiliares de diagnóstico e tratamento, procedimentos cirúrgicos e obstétricos, internações hospitalares, clínicas e cirúrgicas e muito mais.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

ITI quer massificar certificação digital e promove fórum sobre o tema em Brasília

Em busca de expandir o uso de certificados digitais no Brasil, o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) promoverá o 15º CertForum - Fórum Nacional da Certificação Digital. O evento será realizado entre os dias 19 e 21 de setembro, em Brasília.
Nesta segunda-feira (11), o presidente da autarquia, Gastão Ramos, apresentou ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, estratégias para desenvolver a segurança da informação e a qualidade dos serviços públicos.
No Brasil há pelo menos 8 milhões de certificados digitais ativos que suportam centenas de milhões de transações em diversos sistemas públicos. Nas áreas de Agropecuária, Indústria, Comércio e Serviço, são realizadas cerca de R$ 3,5 trilhões em transações por ano com o uso do ICP-Brasil.
Ligado à Casa Civil, o ITI desenvolveu o modelo de emissão de certificados digitais para os servidores públicos e militares da União, com o objetivo de aumentar a segurança de procedimentos na Administração Pública Federal.
A certificação ICP-Brasil também está presente em iniciativas digitais do governo federal, como a Carteira Nacional de Habilitação em formato eletrônico (CNH-e), a nota fiscal eletrônica (NF-e), o prontuário eletrônico de pacientes, o FGTS, o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), a compensação de cheques, entre outros.
Todas essas medidas e outros estudos elaborados no governo federal serão apresentados durante o 15° Certforum, que também discutirá o uso da biometria na identificação de eleitores, blockchain, a melhoria no registro de patentes de softwares e estratégias para reduzir o uso de papel na administração pública. Para outras informações sobre o evento, acesse http://certforum.iti.gov.br
ASCOM/Casa Civil

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Ministro Eliseu Padilha reafirma prioridade da reforma da Previdência

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, reafirmou nesta quarta-feira (6) que a reforma da Previdência é a pauta prioritária do governo no Congresso. Segundo ele, a proposta de emenda à Constituição precisa ser votada neste ano.
“Temos como linha de frente a reforma da Previdência. O Brasil precisa de uma reforma da Previdência. Se não fizermos a reforma da Previdência, no ano que vem o déficit previsto é de R$ 285 bilhões”, afirmou o ministro, em entrevista na Câmara dos Deputados.
O rápido crescimento do déficit da Previdência consumirá o espaço para o governo realizar investimentos. De acordo com Padilha, em 2024 todo o Orçamento seria destinado apenas para gastos obrigatórios de folha de pagamento, Previdência Social, saúde e educação, com o atual ritmo de crescimento de despesas.
“Isso é absolutamente inconcebível. O Brasil é maior que isso e temos que ter responsabilidade”, frisou.
ASCOM/Casa Civil

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Ministro Eliseu Padilha recebe medalha Mérito Tamandaré

Ministro Eliseu Padilha recebe medalha Mérito Tamandaré

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, recebeu nesta segunda-feira (04) a medalha Mérito Tamandaré. A honraria é concedida a autoridades que tenham prestado relevantes serviços à Marinha do Brasil.
Na solenidade, o comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira, elogiou a atuação de Padilha no governo federal. Ele destacou a atenção do ministro a programas estratégicos da Marinha.

“Na difícil tarefa de coordenação das atividades do governo, que exige muita habilidade e competência, atributos marcantes de sua gestão, reconheçamos a sensibilidade e a atenção com que trata os temas da Marinha e da atividade marítima”, disse Leal Ferreira, ao conceder a insígnia.

Padilha agradeceu o reconhecimento e ressaltou o trabalho do governo para a retomada da atividade econômica. O governo, segundo ele, tem trabalhado para atrair investimentos por meio de parcerias com a iniciativa privada para desenvolver a infraestrutura.

“É um país que tem cerca de 205 milhões de habitantes, um mercado em expansão, uma terra que tem todas suas condições para se desenvolver rapidamente, faltando investimento em infraestrutura e nas pessoas. Não há desenvolvimento sustentável a não ser sustentando-se na sua gente, na cidadania brasileira”, afirmou.

COMPARTILHE:

COMPARTILHE: